maio 25, 2017

Opinião: Em Parte Incerta, Gillian Flynn

Título: Em Parte Incerta
Autora: Gillian Flynn
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722525572

Sinopse: Uma manhã de verão no Missouri. Nick e Amy celebram o 5º aniversário de casamento. Enquanto se fazem reservas e embrulham presentes, a bela Amy desaparece. E quando Nick começa a ler o diário da mulher, descobre coisas verdadeiramente inesperadas…
Com a pressão da polícia e dos media, Nick começa a desenrolar um rol de mentiras, falsidades e comportamentos pouco adequados. Ele está evasivo, é verdade, e amargo - mas será mesmo um assassino?
Entretanto, todos os casais da cidade já se perguntam, se conhecem de facto a pessoa que amam. Nick, apoiado pela gémea Margo, assegura que é inocente. A questão é que, se não foi ele, onde está a sua mulher? E o que estaria dentro daquela caixa de prata escondida atrás do armário de Amy?

     É o quinto aniversário de Nick e Amy. E é também o dia em que Amy desaparece. A primeira parte de Gone Girl é contada em capítulos alternados do ponto de vista atual de Nick, com flashbacks de lembranças. E a perspetiva de Amy é apresentada através de páginas de um diário, começado à sete anos até ao dia em que desaparece. As narrativas contam uma história completamente diferente. Mas quem estará a dizer a verdade?
     Eu sou uma grande fã de thrillers psicológicos e com Gone Girl, Gillian Flynn criou um dos melhores que eu já li. A linha do enredo é completamente imprevisível. Ao longo da obra existem mentiras, segredos e omissões enquanto são explorados temas como casamento, traições e relações familiares. E cada revelação consegue ser mais surpreendente que a anterior.
     Flynn brinca assim com os leitores de uma maneira completamente deliciosa e tortuosa.


Gillian Flynn é autora de Dark Places, best-seller do New York Times que foi eleito melhor livro de 2009 pela Publishers Weekly, foi um dos favoritos dos críticos da New Yorker, a primeira escolha do Chicago Tribune na área da ficção e o livro de escolha para o verão da Weekend Today. É também autora de Sharp Objects, vencedor do Dagger Award e nomeado para o Edgar Award de romance de estreia, escolha da BookSense e da seleção de Descobertas da cadeia de livrarias Barnes & Noble. A autora está publicada em vinte e oito países. 

Sem comentários:

Enviar um comentário